EU GOSTO DE JÓGOS #298 – REVISTA HERÓI!

egj298fb

EU GOSTO DE JÓÓÓGOS E REVISTAS NERDS DOS ANOS 90! Uma ode à revista que transformou nossas vidas nos anos 90.

Play

Assine o Podcast no iTunes!

Socando neste episódio:
Ilapso
Ninja Inimigo
Daigo (4CWP)
Dynablack (Blog | 4CWP)

Tocou aqui
Make Up – Can’t Say Goodbye (Insert song de Cavaleiros do Zodíaco)
Akira Kushida – Ultimate Battle / Ka Ka Kachi Daze (Instrumental; Insert song de Dragon Ball Super)
Akira Kushida – Jiban no Himitsu (Instrumental; Insert Song de Kidou Keiji Jiban)
Akira Kushida – Unare Jikou Shinkuu Ken (Instrumental; Insert song de Sekai Ninja Sen Jiraya)
X-Men The Animated Series Opening
Hironobu Kageyama – Ore wa Tokoton Tomaranai (Instrumental; Dragon Ball Z Budokai 3)

Deixe seu Shoryuken!
Dê-nos aquela dedadinha em Facebook.com/BaixoFrenteSoco!
Integre o Grupo dos Amigos da Justiça no Facebook!
Acompanhe nossas lives no Twitch.tv/BaixoFrenteSoco!
Perca seu tempo no nosso YouTube.com/BaixoFrenteSoco!
Siga-nos no Twitter @baixofrentesoco!
E arrume aquele amiguinho pra bater um contra no nosso Discord!
Sugestões? Críticas? POOORRRRRADARIAS: eugostodejogos@baixofrentesoco.com.

E nós temos um Patreon. Nós utilizamos o arrecadado para pagar nosso servidor e um editor.
É o endereço mais óbvio que você puder pensar.
Mas é o Patreon Secretão do BaixoFrenteSoco.
Metas: pagar o site e pagar editor.

Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu próprio site.

6 Comentários to “EU GOSTO DE JÓGOS #298 – REVISTA HERÓI!”

  1. Gilmarzinho says:

    Gurizada! Que sensacional episódio!
    Lembrar da época em que comprava essas revistas na banca e tinha que me puxar para conseguir dinheiro para acompanhar o ritmo de publicação.
    Eu tinha na época todas as 60 revistas, mas acabei perdendo em uma enchente (perdi quase tudo que tinha). Agora, depois de velho, fui atrás para completar a coleção e consegui recuperar todos os 60 números originais, mais algumas outras. Tenho até repetidas.

    Tirei fotos da coleção, vou tentar postar ai nos comentários. Se não conseguir, envio pelo Twitter para vocês darem uma olhada.

    Obrigado pelo espetacular episódio!

  2. Gouki que ninguém chama mais de Goku mas de Akuma says:

    Caramba, Revista Herói.

    Fiquei o episódio todo esperando alguém citar os lendários “Diretores da ABRADEMI”, que toda edição tinha um que a Herói pegava alguma citação (“entrevistava”), e sempre era alguém diferente. As revistas mais novas, lá de 2000 e poucos, faziam piada com isso, dizendo que a ABRADEMI tinha mais diretores do que associados.

    Eu não lembro bem em qual ano eu comprei a minha primeira Herói, mas pegando pela cronologia que vocês fizeram, foi em 2015. Lembro de ter visto a No.1 na banca, mas não cheguei a comprar. Na época eu era bem pobre, pobre mesmo. A minha mesada eram R$ 3. Imagina, R$ 3 pra um moleque gastar por mês. Eu fui no parque e passei 4 vezes no carrinho de bate-bate (25 centavos por vez). Quando saí do parque, passei pela praça e vi a banca aberta. Isso eram umas 9 da noite, acho que o dono estava fechando a banca. Não sei se vocês publicam dados pessoais aqui, mas era na Banca Alternativa, na praça de Quixadá-CE. Acho que esse jornaleiro ainda está lá até hoje. Então, com os R$ 2 que me sobraram, eu comprei uma Herói, acho que a 3 ou a 4, e um Babaloo de cereja. Lembro bem que custava R$ 1,95. Levei a revista pro colégio uma semana inteira, e sempre alguém pedia emprestado para copiar os desenhos. Eu não desenhava nada na época, mas gostava de ver a galera copiando. Depois eu ainda comprei duas Herói Games. A no.1, que tinha a capa dos Power Rangers, e seu velho “código de morfar”, e a outra não lembro. Acho que era a que tinha os golpes do Mortal Kombat 3. Devia ser a 2 ou a 3. Lembro que me ofereceram R$ 3 de horas na locadora pra eu vender, mas eu não vendi (daria 6 horas).

    Deixo aqui um obrigado pra minha mãe, que entendeu que um menino de 8 anos queria “a revista que tinha os golpes do Dragon Ball de luta” e comprou pra mim.

    Isso vai parecer meio alien pra vocês, mas nos rincões do nosso país, bem no interiorzão mesmo, as pessoas davam ainda mais valor a essas revistas. Todo mundo era meio pobre e não ligava pra essas coisas, mesmo coisas como Ação Games e Gamers eram completamente desconhecidas. Lá pra 95, 96, a galera não sabia nem o que era Dragon Ball Z, Yuyu Hakusho e essas coisas. Lembro bem que uma prima minha me viu jogando Yuyu Hakusho de SNES na locadora e achou que o Yusuke cabeludo era o Shiryu (já que o Shiryu tirava a camisa direto). Na locadora ninguém sabia o nome desses jogos. Yuyu era “o jogo das porradas e magias” e o Gundam Wing Endless Duel era o “jogo do Shurato”. A gente não tinha idéia que eram robôs gigantes lutando. A gente pensava que eram armaduras que nem no Shurato.

    Um causo aqui: não sei se lembram, mas quando Cavaleiros passava no Domingo, tinha um jornal antes ou depois (não lembro, acho que vocês comentaram), e eles sorteavam um boneco dos Cavaleiros nesse jornal. Lembro que alguém da minha cidade, Quixadá, ganhou o boneco. Acho que uma semana depois, eu tinha ido comprar alguma coisa numa farmácia, e vi uns garotos ao redor de outro garoto, que estava mostrando o boneco pra eles. Acho que era o Shaka de Virgem ou algum outro cavaleiro de ouro, não lembro. Aliás, não sei se lembram, mas no programa da Duda Little, ela lia umas cartinhas entre os desenhos. Lembro bem de um dia que ela disse assim, “Pessoal, não mandem carta pedindo bonecos dos Cavaleiros, nós não temos como mandar.”

    Eu já cheguei a morar numa cidade que nem banca de jornal tinha. Coisa de 5 mil habitantes. Eu pedia as revistas por aqueles catálogos da DINAP. Lembro que já lá pra 2000 eu tinha uma coleção invejável, coisa de 200 revistas. Eu levava essas coisas pra escola e todo mundo ficava maravilhado, pois era como e fosse outro mundo.

    Uma matéria que eu lembro bem, e sei lá porquê, era dos episódios do Winspector. Nela, o redator se confundiu todo explicando o porquê do personagem principal se chamar Liuma em português, mas o nome original era Ryoma (ou algo assim). Se enrolou todo explicando o negócio dos Ls e Rs em japonês.

    Eu comecei a baixar alguns scans para lembrar aqui, e realmente as matérias tinham muitos erros de português. Na primeira edição já tem um “Cisnei” logo no começo. Eu imagino com o que diagramavam esses troços. Eu lembro de ter lido em algum lugar que diagramavam a Gamers com CorelDraw. Imagino essas Herói.

    Abraço.
    Sei lá se vocês vão ler isso no ar mesmo, mas quantos anos têm cada um de vocês? O Daigo parece ser mais velho que eu (tenho 30).

  3. Sentry says:

    Caraaaalho! Tava fazendo falta esses comentários malucos aleatórios por aqui. #voltasacidepatinete

  4. Sentry says:

    Caraaaalho! Tava fazendo falta esses comentários de malucos aleatórios por aqui. #voltasacidepatinete

  5. vassago says:

    Caralho, que cast foda. Muitas saudades dessa época.

Deixe seu recado

Powered by WordPress | Designed by: Free MMORPG Games | Thanks to Browser Games, Game Music and RPG Reviews


Konami Easter Egg by Adrian3.com



Konami Easter Egg by Adrian3.com