Jogo independente brasileiro: Out There Somewhere, do estúdio MiniBoss

ots

Out There Somewhere, puzzle-platformer da desenvolvedora independente MiniBoss foi lançado neste 21 de fevereiro e está à venda através do blog do estúdio e do Desura, por U$4,99, ou menos de R$9. Também está disponível uma versão com a trilha sonora.

Segue informação de press release que nos foi enviado pela Amora, da MiniBoss, que foi extremamente simpática ao entrar em contato conosco:

Inspirado em jogos de PC da década de 90, Out There Somewhere conta com uma inovadora mecânica de teletransporte. Com aproximadamente 2 horas de tempo de jogo, ele será vendido por US$4,99 pelo Desura e pelo próprio blog do estúdio.

Sobre o Out There Somewhere:
Feito por Pedro Medeiros e Amora B., e com trilha sonora de Iuri Rodrigues, o jogo é um puzzle-platformer retrô que conta com uma mecânica de teletransporte para a resolução de seus quebra-cabeças. O jogador controla Yuri, o herói do Planeta Mãe, que está à procura de seu arqui-inimigo Grigori em um planeta distante. Atualmente o jogo roda apenas em PCs, mas uma versão para Mac está nos planos do estúdio.

Sobre a MiniBoss:
A MiniBoss foi fundada em agosto de 2010 por Pedro Medeiros, também conhecido como Santo, e Amora B. Participaram de diversas maratonas de desenvolvimento, onde produziram jogos como Planetary Plan C, Down Goes the Phoenix, Frostbite e Trapped! In the Chamber of Eternal Darkness. Atualmente, estão trabalhando em Out There Somewhere e Talbot’s Odyssey.

O estúdio recebeu diversos prêmios durante seus quase 2 anos de vida, como o e-Games 2010 do Sesc São Paulo, Gamesauce Challenge 2011, Game Music Brasil 2011, SBGames 2011 e Ludum Dare #22.

Contatos para imprensa:
MiniBoss – http://studiominiboss.com ; studiominiboss@gmail.com
Pedro Medeiros – saintjust@gmail.com
Amora B. – amora.bettany@gmail.com

Já adquiri minha cópia e já será um dos nossos próximos reviews no BaixoFrenteSoco. Fica o apelo ao apoio de iniciativas nacionais como a MiniBoss, um estúdio já bastante premiado, inclusive com participação no Planetary Plan C, um dos vencedores do Global Game Jam em 2011 (em parceria com os estúdios Sulistas e Vortex Games). O trabalho de estúdios como a MiniBoss é uma demonstração clara de que, por mais que haja dificuldades, o desenvolvimento de jogos e, consequentemente, de um mercado de jogos amplo e maduro no Brasil é apenas uma questão de vontade e dedicação.

Abaixo, algumas artes conceituais e screenshots do Out There Somewhere:

Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu próprio site.

4 Comentários to “Jogo independente brasileiro: Out There Somewhere, do estúdio MiniBoss”

  1. MatheusMCO says:

    Comprei e recomendo. Estou jogando ainda, mas a mecânica de teletransporte abre portas para alguns puzzles bem legais. Quando terminar eu posto de novo aqui.

  2. EltonBM says:

    Já adquiri e já recebi, agora, só falta testar.

  3. Pluff says:

    Patrocínio, brodágem ou incentivo indie?

  4. Faraday says:

    Eu gostei muito do jogo. Pena que é tão curto. Agora que eu já terminei queria trocar idéia com outros jogadores sobre os segredos do jogo.

Deixe seu recado

Powered by WordPress | Designed by: Free MMORPG Games | Thanks to Browser Games, Game Music and RPG Reviews


Konami Easter Egg by Adrian3.com



Konami Easter Egg by Adrian3.com