Sony se defende de processo por não permitir Linux no PS3

images

A Sony Computer Entertainment of America está enfrentando um processo por remover a função “Other OS” do PS3, que permitia aos usuários por exemplo instalar Linux no console.

O processo é movido por David Verner, que afirma que a Sony induziu os consumidores ao erro, divulgando que o console possuía uma funcionalidade que logo fora removida. Já a empresa diz que, como proprietária do hardware, tem o direito de modificar os softwares que o compõem.
Verner afirma que a possibilidade de instalação do Linux foi essencial em sua escolha de adquirir o PS3 e não o Wii ou o X360, mesmo que o PS3 fosse mais caro que os concorrentes.
A Sony afirma que “Pode ser necessário que a SCEA forneça ou não determinados serviços ao PS3, de modo a assegurar o funcionamento do mesmo”, e que os consumidores “têm ciência de que estes serviços poderão influenciar nas configurações atuais, e aceitam esta condição”.

Sinceramente, acho muito interessante que o PS3 tenha permitido a instalação de Linux, que pessoas tenham feito clusters de PS3 para pesquisa acadêmica… Mas o PS3 ainda é um videogame. Os amantes dos pinguins podem continuar usando Red Hat, Fedora, Ubuntu e Debian em PCs.

Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu próprio site.

Um Comentário to “Sony se defende de processo por não permitir Linux no PS3”

  1. dyorgio says:

    A questão ai é vender uma coisa e depois virar outra.

    Concordo que a principal função do PS3 é ser video game

    mais ele tb lê bluray e rodava linux.

    Se formos pela sua teoria, a SONY pode tirar o suporte a filmes bluray.

    Para mim todos esses pontos influenciaram minha escolha entre ele e o Xbox.

    jogos, filmes em BD e linux.

Deixe seu recado

Powered by WordPress | Designed by: Free MMORPG Games | Thanks to Browser Games, Game Music and RPG Reviews


Konami Easter Egg by Adrian3.com



Konami Easter Egg by Adrian3.com